Buscar

Festival de Paulínia abre sua sexta edição com os bons fluidos do mago Paulo Coelho


Não, nosso alquimista não vai pisar o tapete vermelho do teatro, ele estará presente na estreia mundial de "Não Pare na Pista – A Melhor História de Paulo Coelho", de Daniel Augusto, que abre o Festival.


O VI Paulínia Film Festival será realizado de 22 a 27 de julho, no município de Paulínia, em São Paulo. Serão apresentados nove longas e oito curtas-metragens inéditos.


Referência entre os festivais de cinema do Brasil, o Paulínia Film Festival oferece prêmios em dinheiro, alta qualidade dos filmes exibidos e a presença expressiva de críticos e diretores, promovendo bons debates entre os participantes.


Na noite de estreia, a distribuidora brasileira Imovision será homenageada, com a presença de Abel Ferrara, Jaqueline Bisset, Martinho da Vila, Toni Gatlif e Matheo Boisselier.


O Festival encerra com a premiação dos filmes, a exibição do longa "Bem-Vindo a Nova York", de Abel Ferrara e uma homenagem ao diretor Cacá Diegues.


O evento também vai exibir seis filmes infantis, dublados em português: "Amazônia", de Thierry Ragobert (França/Brasil); "Meu Pé de Laranja Lima", de Marcos Bernstein (Brasil); "O Pequeno Nicolau", de Laurent Tirard (França); "Zarafa", de Jean-Christophe Lie e Rémi Bezançon (França/Bélgica); "A Guerra dos Botões", de Yann Samuell (França) e "Minhocas – o filme", de Arthur Nunes e Paolo Conti (Brasil).


Confira a relação dos filmes selecionados

Longas:

"A História da Eternidade", de Camilo Cavalcante (ficção, PE);

"Aprendi a Jogar com Você", de Murilo Salles (documentário, RJ);

"Boa Sorte", de Carolina Jabor (ficção, RJ);

"Casa Grande", de Fellipe Barbosa (ficção, RJ);

"Castanha", de David Pretto (ficção, RS);

"Infância", de Domingos Oliveira (ficção, RJ);

"Neblina", de Fernanda Machado e Daniel Pátaro (Documentário, SP/Paulínia);

"Sangue Azul", de Lírio Ferreira (ficção, PE);

"Sinfonia da Necrópole", de Juliana Rojas (ficção, SP).


Curtas:

"De Bom Tamanho", de Alex Vidigal (ficção, BSB);

"Edifício Tatuapé Mahal", de Carolina Markowicz e Fernanda Salloum (animação, SP);

"Jessy", de Paula Lice, Rodrigo Luna e Ronei Jorge (documentário, BA);

"190", de Germano Pereira (ficção, SP);

"O Clube", de Allan Ribeiro (ficção, RJ);

"O Bom Comportamento", de Eva Randolph (ficção, RJ);

"O Menino que Sabia Voar", de Douglas Alves Ferreira (animação, SP);

"Recordação", de Marcelo Galvão (ficção, SP).

O município de Paulínia, que abriga o Festival, aderiu ao Sistema Nacional de Cultura (SNC), em setembro de 2013.

Fonte: Ministério da Cultura / Rede Mundo

#cultura