Buscar

Novas vigas de aço são transportadas para o Proama


transpvigas2_edited.jpg

As três vigas que irão substituir as estruturas danificadas do Programa Águas para Manaus (Proama) foram transportadas para o ponto de substituição, na tarde desta quinta-feira, 17, pela metalúrgica Carboquímica, empresa responsável pela produção das vigas, sendo uma de 16 metros e duas de 12 metros, totalizando os 40 metros necessários para o reparo.


O prefeito em exercício, Sildomar Abtibol, acompanhou o translado e também verificou toda a logística que será necessária para a colocação das peças. “Durante todo esse final de semana nós vamos trabalhar de forma intensa para iniciarmos a colocação dos tubos e resolver esse problema da falta d’água até o final do mês. É uma determinação do prefeito Arthur Neto que mesmo ausente, por conta da votação da PEC da Zona Franca, pediu que eu o representasse e cobrasse a agilidade nos trabalhos”, explicou Sildomar Abtibol.


Defesa Civil coordena distribuição de água nos bairros afetados

Para garantir a distribuição de água nos bairros da zona Leste, afetados pelo acidente do Proama, a Defesa Civil Municipal está coordenando os trabalhos dos 34 carros-pipa que fazem o abastecimento diariamente.


Até o momento, a Manaus Ambiental já providenciou o religamento de 53 poços artesianos que ajudam a amenizar o problema da falta de água. No bairro João Paulo, seis poços foram religados e seis carros-pipa fazem o abastecimento nas 96 ruas que formam o bairro. O líder comunitário do bairro, Marcos Vinícius, acompanhava o trabalho de distribuição e aprova o trabalho da Defesa Civil.


“Estamos há dez dias com o acompanhamento da Defesa Civil que faz um trabalho transparente, garantindo água para todos, dos mais carentes aos que têm alguns recursos”, disse a liderança.


Em toda a zona Leste é distribuída, diariamente, 700 mil litros de água, sendo deixada uma média de 500 litros por residência.


O técnico da Defesa Civil Municipal, Antônio Vieira, destacou a transparência na distribuição e a garantia de que todos receberão água até o retorno do funcionamento do Proama. “É determinação da prefeitura que possamos abastecer toda a comunidade da zona Leste diariamente, por isso temos 20 agentes da Defesa Civil fiscalizando e coordenando esse trabalho diariamente”, disse Vieira.


Fonte: PMM - Foto: Marinho Ramos e Karla Vieira / Rede Mundo

#mais