Buscar

Portugal arranca empate com os Estados Unidos na Arena Amazônia


Gol de Varela no último lance decretou os 2 x 2 em Manaus e evitou a eliminação dos portugueses


A Copa do Mundo da FIFA 2014 quase acabou neste domingo (22.06) para o melhor jogador do mundo. Em uma partida emocionante até o último minuto, Portugal e Estados Unidos empataram em 2 x 2 na Arena da Amazônia, em Manaus, e vão para a última rodada com chances de classificação.


O resultado foi amargo para os norte-americanos. Depois de sair perdendo, a equipe virou a partida e estava assegurando a classificação antecipada para as oitavas de final. Mas os portugueses conseguiram o empate no último minuto, com a participação de Cristiano Ronaldo no lance decisivo, adiando a vaga dos ianques e dando sobrevida aos lusos.


Primeiro tempo


O duelo entre portugueses e norte-americanos teve um início bastante equilibrado. Mas uma falha feia da defesa norte-americana mudou o panorama logo aos 4 minutos. Cameron espanou cruzamento rasteiro e a bola sobrou para Nani. Na cara do goleiro Howard, o atacante esperou o goleiro cair para abrir o placar para Portugal.


O gol forçou os Estados Unidos a partir para cima em busca do empate. Dempsey foi o jogador mais acionado e teve boas oportunidades. Aos 13 minutos, ele cobrou falta perigosa por cima do gol e aos 16 recebeu em profundidade para bater cruzado e exigir defesa do goleiro Beto. Os norte-americanos também chutaram bastante de fora da área, com Bradley, Johnson e Jones, mas sem sucesso.


Com a pressão dos Estados Unidos, Portugal recuou esperando as chances no contra-ataque. As melhores oportunidades vieram no fim do primeiro tempo. Aos 41, Cristiano Ronaldo, apagado até então, fez boa jogada pela direita em velocidade e tocou para Nani livre na direita. O atacante finalizou bem, mas Howard espalmou. Aos 44, novamente Nani assustou. Ele acertou chute fortíssimo da entrada da área, o goleiro dos EUA falhou e a bola explodiu na trave. No rebote, Eder chutou mascado e Howard se recuperou da falha com uma grande defesa.


Segundo tempo


A dinâmica seguiu igual após o intervalo. Os Estados Unidos em busca do empate e os portugueses apostando nos contra-ataques. Logo aos dois minutos Eder teve boa chance de ampliar após bate e rebate na área, mas o voleio foi por cima do gol. Aos 10, a melhor chance dos norte-americanos. Johnson recebeu belo passe pela direita e tocou para trás para Bradley, que chegou batendo sem goleiro, mas o zagueiro Ricardo Costa salvou em cima da linha.


De tanto arriscar de fora, os Estados Unidos chegaram ao empate com um belo chute de fora da área. Após escanteio, a defesa portuguesa cortou e a bola sobrou para Jones, que puxou para a direita e bateu com muita força no canto do goleiro Beto. A igualdade era ruim para os portugueses, que mudaram a postura e tiveram boa chance aos 20, mas Howard fez grande defesa em chute de Raul Meireles dentro da área.


Depois de tanto martelar pela direita, os Estados Unidos conseguiram a virada. Bradley recebeu cruzamento e tentou o chute, a bola desviou na defesa e sobrou para Zusi. Ele cruzou para o meio e Dempsey completou para o gol de barriga. Virada norte-americana que eliminava os portugueses.


O time de Cristiano Ronaldo se jogou para cima no desespero e conseguiu o empate no último lance do jogo. O melhor jogador do mundo fez cruzamento preciso para Varela completar de cabeça e manter viva a seleção portuguesa na Copa.

Portal da Copa / Rede / Rede Mundo

#esporte