Buscar

Exposição “Mayas: revelação de um tempo sem fim”


A antiga civilização Maya, que desperta curiosidade e fascínio de pessoas ao redor de todo o Mundo até os dias de hoje, é tema da maior mostra de objetos já montada. Trata-se da Exposição "Mayas: revelação de um tempo sem fim" que teve acontece no Museu da cidade – Oca, dentro do Parque do Ibirapuera em São Paulo, e teve sua abertura realizada na noite deste segunda-feira (09) com a presença da ministra da Cultura Marta Suplicy. Marta apostou no sucesso da exposição. Para ela, a Mostra vai ao encontro do desejo por Cultura que a população brasileira tem demonstrado. "Com certeza, o público vai abraçar esta exposição com entusiasmo. É comum vermos exposições gratuitas nos Centros Culturais terem filas enormes de gente querendo ver.", disse. Reforçando seu argumento, a ministra apresentou números que apontam a presença do público brasileiro em museus e exposições. Dados publicados pela The Art Newspaper mostram que o Brasil aparece em quatro das 20 exposições mais populares de 2013, de acordo com o número diário de visitantes. É também, o terceiro ano consecutivo que o Brasil entra no ranking mundial de exposições mais populares. "Se há 11 anos, o Brasil buscava garantir 3 refeições ao dia para sua população, hoje o país quer mais. Quer o alimento da alma: a cultura" disse Marta Suplicy ao se referir aos números.


Ao lado da ministra, na abertura da exposição, estiveram o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad; a embaixadora do México, Beatriz Paredes; o secretário da Educação do México representando o Presidente do México, Emílio Chuayffet Chemor; o secretário estadual de Cultura, Marcelo Araújo; o secretário Municipal de Cultura de São Paulo, Juca Ferreira; o subsecretário-Geral de Cooperação, Cultura e Promoção Comercial do Ministério das Relações Exteriores, Hadil Vianna; a diretora do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do México, Maria Teresa Franco; e o diretor do Instituto Itaú Cultural, Eduardo Saron.


Logo após a abertura do evento, Marta Suplicy conheceu a exposição acompanhada pela curadora Mercedes de la Garza (foto à direita).


A Exposição


Ao todo, a exposição "Mayas: revelação de um tempo sem fim" que tem entrada gratuita, apresentará 380 objetos, sendo alguns inéditos em exposições como o trono do Templo XXI de Palenque que não havia sido descoberto até 2002. Marta Suplicy fez questão de parabenizar todo o trabalho em conjunto que culminou com a realização do evento: "Esta exposição é resultado dos esforços dos Governos de Brasil e México, do empenho da prefeitura de São Paulo, do apoio do MinC, através da Lei Rouanet, e dos patrocinadores que acreditaram no sucesso da Mostra", completou. A exposição será aberta ao público nesta terça-feira (10) e segue na Oca até o dia 24/8. A entrada é gratuita e o horário de funcionamento é de terça-feira a domingo, das 9h às 18h.


Texto e Fotos: Thiago Esperandio / Ascom MinC (com informações da Prefeitura de São Paulo / Rede Mundo

#cultura