Buscar

Josué Neto recebe do governador a Lei de Carreiras dos Policiais Militares e garante votação até o d


O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PSD), recebeu das mãos do governador José Melo (PSD), na manhã desta segunda-feira (2), o Projeto de Lei de Carreiras dos Policiais e Bombeiros Militares do Amazonas, conforme negociação celebrada com o governo estadual, tendo a participação das lideranças das associações da categoria e do deputado Cabo Maciel (PR). A reunião aconteceu na sede do governo, no bairro da Compensa.


O governador José Melo apontou que “o mais importante, é que esse projeto, que começou a ser discutido desde a manifestação dos policiais militares no dia 28 de abril, foi construído a várias mãos” e hoje foi encaminhado para aprovação da Assembleia Legislativa dentro do que foi acordado com o governo. Melo disse que o projeto mostra que o governo continua a tratar as questões dos servidores de maneira franca e aberto ao diálogo.


O presidente da Assembleia Legislativa, Josué Neto também destacou a participação dos sargentos, cabos e soldados na construção da nova lei e disse que após a sua implantação quem vai ganhar é a população, que terá o pessoal da segurança pública mais motivado e com melhores condições salariais e de progresso na carreira. De acordo com Josué, o projeto começa a tramitar nesta terça-feira (3) e até o próximo dia 10, no máximo, estará aprovado.


A chamada Lei de Carreiras dos policiais militares estabelece a progressão de soldado para cabo após cinco anos de carreira, de cabo para 3º sargento, após dez anos, de 3º sargento para 2º sargento, após 12 anos, de 2º sargento para 1º sargento, após 14 anos, e de 1º sargento para sub-tenente, após 16 anos. O presidente Josué Neto recebeu o Projeto de Lei junto com os deputados Cabo Maciel e David Almeida (PSD), presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

O deputado Cabo Maciel garantiu ainda que assim que a Lei de Carreira dos Militares chegar à Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, dará seu parecer favorável para que a mesma tramite com rapidez e entre na pauta para ser votada em caráter de urgência. Para ele, a nova lei é uma vitória histórica para os policiais militares “que nos 177 anos de existência da Instituição nunca tiveram uma Lei de Carreira”. Muitos estão desde a década de 1990 na condição de soldados, sem nenhuma progressão na carreira.


ALEAM/ Rede Mundo

#politica